Substituir o pão por tapioca? Será?

Complementos que me dão Saúde ->
Eu preciso

Estamos muito acostumados a comer pães no café da manhã e nos lanches. Mas agora a nova moda é substituir o pão por Tapioca.
Mas a questão é: será que vale a pena?

 

Essa iguaria típica do Norte e Nordeste do país, caiu nas graças de quem faz dieta e está sendo a mais escolhida na hora de trocar o pão nosso de cada dia.

Porque será?  Vamos entender melhor:


O queridinho pão francês ou os pães feitos com farinha branca são fontes de carboidratos simples e numa alimentação que visa o emagrecimento, pode não ser a melhor ideia incluir esse tipo de carboidrato.

pao branco
Pão branco

Mas o que é isso, “carboidrato simples”?

Carboidrato simples , ou de alto índice glicêmico, são fontes de energia imediata e facilmente digeridos pelo organismo, aumentando os níveis de glicose na corrente sanguínea, o que afeta a resposta da insulina.
Quando não eliminados, se transformam em gordura.
Recomendado antes de treinos rápidos e intensos.
Conclusão, se for não vai “sair correndo” logo após a ingestão, é melhor não ingerir. 🙂

Ah! Agora entendi, então vou trocar pela tapioca!

Não faça isso, querido leitor.  
A tapioca é um carboidrato proveniente da fécula da mandioca, não possui fibras e é pobre em nutriente.
Ou seja,  tapioca nada mais é do que OUTRO carboidrato simples.
O pão francês comum, todos os pães feitos com farinha branca e a tapioca estão no mesmo patamar:
possuem alto índice glicêmico e são pobres em fibras e em nutrientes.

substituir o pao por tapioca
Goma de Tapioca: Farinha Branca

Então é como trocar seis por meia dúzia?

Exatamente.  Não há melhor explicação do que essa.
No entanto, comemos cerca de 50g de pão, o que equivale a um pão francês ou a duas fatias de pão de forma.
Já no caso da tapioca, é mais comum usarmos pelo menos 100g da goma para fazer uma tapioca.
Então essa troca, além de não trazer benefícios, pode até trazer malefícios, pois acabamos por ingerir maior quantidade de carboidrato simples, ao comer uma tapioca.

 

E agora? O que escolho para comer?

Trazemos duas facílimas soluções para essa pergunta, nas quais você poderá continuar comendo pão e tapioca. São elas:

Pão integral e a famosa Crepioca.

  • O pão integral suprirá as necessidades de fibras nutrientes e é um carboidrato complexo, isto é,  digerido mais lentamente pelo organismo.
  • A Crepioca é uma receita fit que deixou a tapioca mais saudável e nada mais é do que misturar a goma de mandioca com um ovo e preparar igual panqueca. (Receita de Crepioca está ao final desse artigo) 😉
pao integral
Pão integral
crepioca
Crepioca

Mas o pão tem glúten!

Sim, possui glúten. Mas por acaso, você possui a doença celíaca? Caso não possua, não fuja do glúten sem motivos.
A tapioca é uma ótima opção para celíacos por não conter glúten. Mas se você não é celíaco, tanto faz a tapioca e o pão branco.

 

Mas eu aaaamo tapioca!

Se você aaaaama tapioca, aqui vai umas dicas importantes para dar uma turbinada na tapioca em termos nutricionais:
Adicione cereais (aveiaquinoa, farinha de linhaça, amaranto) e/ou algumas sementes como a chia, a linhaça ou gergelim. Não esqueça de usar os recheios mais saudáveis com proteínas e gorduras boas: Abacate, ricota, tofu, ovos, banana com pasta de amendoim, geléias naturais, etc.

 

Aprenda a fazer Crepioca clicando aqui.

E você já fez alguma crepioca ou tem alguma receita para sugerir ao Lar Natural?
Estamos esperando seu comentário! 🙂

Assista aos nossos vídeos, clique aqui

Este post foi publicado em por