Puchero: um prato suculento e cheio de história!

Dificuldade

3 / 10

Tempo de preparo

2 h 00 min

Rendimento

5 pessoas

Cupcake de chocolate sem glúten ->
Assistir ao vídeo completo
Ingredientes
  • 4 l de água
  • 4 rodelas de ossobuco
  • 2 talos de alho-porró
  • 1 cebola em pedaços
  • 1 talo de aipo picado
  • 2 kg de galinha em pedaços
  • 2 linguiças em rodelas
  • 1 kg de abóbora em pedaços
  • 4 cenouras cortadas em pedaços compridos
  • 1/2 repolho pequeno
  • 1 xícara de grão de bico deixado de molho com antecedência
  • 4 abobrinhas em pedaços
  • 2 milhos divididos aos meio
  • 4 batatas médias cortadas em rodelas
  • 4 batatas doces médias em pedaços
  • 2 morcelas em rodelas
  • Sal

O puchero é um dos pratos mais representativos da cozinha argentina. Uma receita simples, sem frescuras, para quem gosta do sabor da boa cozinha caseira. Vamos aprender a preparar este cozido de legumes e carne (vermelha ou branca) que, além de muito nutritivo, é delicioso e ideal para os dias mais friozinhos. Com vocês o puchero e a sua riqueza histórica!

Um prato com muito caldo e histórias

Embora seja um dos símbolos da cozinha argentina, foram os imigrantes espanhóis que levaram o puchero ao país. Por ser barato e simples de preparar, o puchero foi deixando de ser apenas uma comida dos imigrantes e ganhando cores e sabores mais argentinos até se transformar no século XX em um prato básico das famílias de trabalhadores do país. Conta a história, que as vizinhas dos bairros mais humildes dividiam o ossobuco para preparar o puchero. Assim, o ossobuco era levado de panela em panela, permitindo que as famílias mais pobres pudessem fazer o cozido! Aqui vamos aprender uma das mais tradicionais e simples receitas de puchero argentino!

Modo de preparo

1- Ferver a água com sal, adicionar as carnes vermelhas e cozinhar por 20 minutos. Retire a espuma que se forma sobre o cozido.

2- Adicione alho-porró, cebola, aipo, galinha, linguiça, abóbora, cenoura, repolho e grão de bico e deixe ferver por 40 minutos. Depois acrescente a abobrinha e o milho.

3- Separadamente, cozinhe as batatas (de sal e doce) em água com sal e pouco antes de estarem prontas, aqueça a morcela.

Uma sugestão é servir as verduras e carnes separadas do caldo e acompanhadas por arroz. Pessoalmente, prefiro tudo junto e sem arroz, mas é uma preferência.

Gosta de cozido? Conte pra gente!