Os benefícios do alho, amigo da sua saúde!

Meus dias mais tranquilos e saudáveis->
Eu quero

Sabia que há registros do uso de alho ainda na época das cavernas? De lá para cá, as propriedades terapêuticas do alho têm sido exploradas nas mais diferentes culturas e períodos: egípcios, chineses, gregos, persas, etc. Até Pasteur reconheceu as propriedades medicinais do alho! Esquecido após a segunda guerra mundial, nos últimos 20 anos a ciência voltou a estudar os benefícios do alho para a saúde. Veja aqui um pouco mais sobre as propriedades desta planta!

O uso do alho ao longo dos tempos

O alho ocupou diferentes papeis na história: na época dos faraós, era indicado no tratamento de dores de cabeça e outros males, enquanto documentos chineses de 2700 a. C. o descreviam como uma substância para tratar problemas intestinais e até aumentar o vigor sexual. Um livro persa milenar sobre plantas medicinais indicava o seu uso para curar a tosse e males do peito. Até a segunda guerra mundial era usado para tratar ferimentos e combater infecções. Assim, o alho já foi empregado como antigripal, antibiótico, estimulante da circulação, vermífugo, purificador do sangue e até afrodisíaco. Mas e o hoje?

Os benefícios do alho

É possível encontrar uma série de pesquisas que apontam benefícios muito variados do consumo diário de alho: diminuição dos níveis de colesterol, proteção das paredes da aorta, prevenção e auxílio no tratamento da hipertensão, eficaz antifúngico e antibiótico, melhora do sistema imunológico e poderoso antioxidante. Há também uma linha de investigação que tem pesquisado, mas sem estudos conclusivos ainda, a eficiência do alho no combate a células cancerosas de diferentes tipos de tumor.

Como usar o alho?

Os cientistas concluíram que a grande riqueza da composição do alho reside na alicina, que também é responsável pelo odor que pode ser expelido pela transpiração até 72 h após o seu consumo. Mas, a alicina só é liberada quando o alho é cortado, amassado ou mastigado e não resiste ao calor.

Embora tenham aumentado muito o interesse e a investigação científica sobre o alho, os estudos ainda trazem muita controvérsia sobre as indicações de quantidade e forma de consumo para usufruir dos seus benefícios. Uma das opções é consumir suplementos de alho em forma de cápsulas, mas sem exagerar e sempre sob orientação médica, até porque já foram reportados muitos efeitos adversos como náusea, sangramento (por isto não é indicado no pré e no pós operatório), dores abdominais e erupções cutâneas.

Se você se interessou por esta matéria pode gostar também:

Alimentos que aumentam a imunidade!

Alimentos antioxidantes ou fonte da juventude?

Gordura boa existe sim!

E você toma algum suplemento à base de alho?

Este post foi publicado em por