Os benefícios de cultivar plantas medicinais em casa

Cultive a Natureza no Seu Lar ->
Meu Lar Natural

As propriedades curativas das plantas medicinais deixaram de ser consideradas “crendice popular”, para serem tratadas com todo o respeito merecido, começando por autoridades no assunto. Recentemente, a Anvisa confirmou oficialmente os benefícios de 66 plantas, as quais considerou  medicinais, que podem, inclusive, ser cultivadas em casa (Acesse à lista aqui). Uma horta de plantas medicinais pode trazer muitos benefícios.

 

O primeiro benefício é fazer a horta, propriamente dita, e cuidar dela todos os dias. Cuidar de plantas é uma atividade terapêutica, porque alivia o estresse e traz bem-estar. A melhora da oxigenação dos ambientes é outro benefício de ter plantas em casa.

 

Quando as plantas da nossa horta são plantas medicinais, além da terapia e da oxigenação, ganhamos de brinde uma farmacinha natural, ao alcance de nossas mãos. Mas, que plantas medicinais cultivar?

 

Isso vai depender de vários fatores, como por exemplo, do espaço que você tem, da quantidade de luz que entra na sua casa e, também, daquilo que gostaria de tratar. Há plantas medicinais que ajudam no tratamento de muitos problemas de saúde.  Eis aqui algumas idéias:

 

Verduras medicinais

 

Muitas das verduras, nossas companheiras do dia a dia, têm várias propriedades medicinais, o que faz delas ótimas opções para a nossa hortinha caseira, como por exemplo:

 

Acelgaauxilia na digestão e, ajuda a evitar problemas do sistema nervoso.

 

Aipo – também conhecido como salsão, ajuda a controlar a pressão arterial e, tem possui efeitos diuréticos e calmantes.

 

Chicóriaajuda a regularizar o movimento peristáltico do intestino, é vermífugo, depurativo do sangue e, ajuda quem tem problemas de fígado e vesícula.

 

Couve –  a couve é a oitava maravilha em termos de benefícios, dentre eles, ajuda nos casos de colite, cálculos dos rins e da vesícula, anemia, pressão arterial, além de ser um potente antioxidante e anticancerígeno.

 

Ervas medicinais

 

Entre as ervas medicinais, existem aquelas que funcionam como verdadeiros “coringas”, pois servem para diferentes tipos de problemas de saúde. Vamos ver algumas dessas plantas medicinais a seguir.

 

Erva cidreira – é eficiente para tratar problemas gastrointestinais de fundo nervoso; é excelente para tratar a insônia, devido aos seus efeitos tranquilizantes; é hipotensora, boa portanto para ajudar nos casos de hipertensão; além disso é antiinflamatória, antioxidante e antiviral.

 

Tomilho – além de seu aroma ser enebriante e o sabor exótico, que fazem dele um tempero delicioso,  o tomilho tem propriedades medicinais relevantes. O timol, substância presente no tomilho, eleva a concentração intercelular de cálcio no aparelho digestivo, o que faz com que o corpo produza mais serotonina, que é o neurotransmissor responsável pela nossa sensação de bem-estar. Juntamente com o alecrim, faz-se com o tomilho um chá conhecido como “chá da felicidade”.

 

Sejam quais forem as plantas medicinais que decidir cultivar, além de lançar mão dos seus benefícios terapêuticos, estreite seu relacionamento com elas, aprenda as particularidades de cada uma, observe como se comportam e, usufruam do bem-estar que elas nos oferecem todos os dias, o que muitas vezes nos passa despercebido.    

 

E você, já fez sua horta com plantas medicinais? O que está esperando? Passe por aqui pra contar pra gente como tem sido a sua experiência com plantas medicinais!

 

por  Maria-Fernanda Silva

MariaFernanda é terapeuta holística certificada, com formação em terapia floral, ervas medicinais, psicoaromaterapia e, metafísica da saúde. Ela também é editora-chefe do site Alternativas Saudáveis: https://www.facebook.com/AlternativasSaudaveis

Este post foi publicado em por