Guaraná: o poder a nosso dispor!

Complementos que me dão Saúde ->
Eu preciso

guaraná não só rende um delicioso refrigerante, muito apreciado também pelos estrangeiros, mas nos reserva muitos benefícios para a saúde (esqueça o refrigerante!). Vamos ver o que esse fruto originário da floresta amazônica tem para oferecer, e vamos nos beneficiar desse maravilhoso produto nacional tipo exportação. É… os índios sabiam das coisas!

Energético e estimulante natural

O guaraná (Paullinia Cupana) é um fruto que dá em rama de coloração vermelho-alaranjada e, quando amadurece, abre-se deixando à vista uma semente escura envolta por uma massa branca (parece um olho).

Fonte: Google
Fonte: Google

Utilizado pelos índios no preparo de uma bebida altamente energética e estimulante, alguns acreditam que a planta é um “presente” do deus Tupã, que o fruto representa a multiplicação dos olhos de um querido curumim. É também chamada de “planta da vida”, que dá força aos jovens e revigora os mais velhos. Animador né?

Propriedades do guaraná

O guaraná é rico em cafeína, teobromina, fibras vegetais, amido, ácido tânico, ferro, cálcio, fósforo, tiamina, potássio e vitamina A.

Estimula o sistema nervoso central, melhora o raciocínio e a concentração, favorece o trabalho muscular, diminui o cansaço físico e mental e aumenta a sensação de bem estar e ânimo.  Muitos acreditam, ainda, ter função diurética, afrodisíaca, adstringente, tônica, antitérmica e reguladora intestinal. Superando os benefícios do ginseng.

Fonte: Google
Fonte: Google

Seu uso em excesso pode causar insônia, irritabilidade, taquicardia, agitação e azia. No caso de algum problema de saúde (gastrite e hipertensão), é sempre recomendado consultar seu médico antes da ingestão.

Como consumir

A forma mais comum de consumo é o guaraná em (semente torrada e moída), pode-se acrescentar 1 colherinha de café em sucos ou ainda diluída em água, preferencialmente pela manhã com o desjejum.

Clique aqui para comprar guaraná em pó

Fonte: Google
Fonte: Google

Seu gosto é forte e amargo e, por isso, para alguns a melhor maneira de consumir o guaraná é em cápsulas (1 ou 2 ao dia), também pela manhã ou no máximo até a hora do almoço, para não correr o risco de comprometer seu sono.

Clique aqui para comprar guaraná em cápsulas

Fonte: Google
Fonte: Google

Outra forma de utilização é na indústria cosmética, que se beneficia das suas ações adstringentes e tonificantes.

Sim…nós temos guaraná!

O Brasil é praticamente o único produtor de guaraná do mundo, exceto por pequenas plantações comerciais na Venezuela e no Peru. Seu consumo também favorece a sustentabilidade e o crescimento de comunidades envolvidas no cultivo e exploração.

Fonte: Google
Fonte: Google

Sabemos que é tentador consumir os produtos da “moda”, que chegam como novidade todos os dias nos mercados, mas um olhar mais atento para o nosso “quintal” pode ser muito proveitoso, como é, sem dúvida, o caso do guaraná, da jabuticaba, da acerola e tantos outros.

O que você acha da ideia do guaraná como um energético natural? Conte pra gente!


Aqui no LAR NATURAL há várias receitinhas e truques naturais para uma série de questões! Explore a nossa busca na lupinha e descubra muitas receitas e dicas!

A gente quer conhecer você de pertinho para conseguir fazer matérias na medida dos seus desejos e necessidades, então conte pra gente quais são as suas dúvidas de alimentação. O que você quer ver nos nossos artigos e vídeos? Conte pra gente!

Clique aqui para assistir aos vídeos do Lar Natural no Youtube!

Compartilhe esta matéria pelo Facebook ou Google +

Este post foi publicado em por