Cuidados com as pets grávidas

Tudo Natural para Meu Pet ->
Ele Merece

Durante a gestação dos animais de estimação, os tutores devem ter alguns cuidados especiais para garantir a saúde delas e de seus filhotes. Entre eles, criar um ambiente com bastante carinho e proteção, cuidar da alimentação e organizar uma rotina saudável para as futuras mamães. Leia abaixo as dicas completas de cuidados com as pets grávidas. 

O período de gestação média das cadelas é de 62 dias e os primeiros sinais de gravidez mais comuns são perda de apetite e enjoos. Para as gatas, o tempo de gestação média é de 64 dias. As gatas no início da gestação costumam ficar menos ativas e mais arredias que o normal, além de inchaço na barriga.

Alguns cuidados são necessários nesta fase especial:

1 – Levar ao veterinário para verificar se está realmente grávida. Após a confirmação, é extremamente importante o acompanhamento do veterinário para garantir a saúde da pet e dos seus filhotes. Veja também o artigo “Entenda a gravidez psicológica em cães;

2 – Ter todas as vacinas em dia antes do início da gestação. Caso a pet não tenha todas as vacinas em dia e já estiver gestante, deverá levá-la ao veterinário para orientar corretamente os cuidados a se ter para evitar doenças neste período;

3 – Atividades física, principalmente para as cadelas. Recomenda-se caminhadas leves para fortalecer os músculos para o parto;

4 – Evite que a pet passe por situações estressantes para não causar um parto prematuro;

5 – Alimentação saudável e equilibrada;

A questão da alimentação nesta fase é muito importante, afinal a pet está comendo por ela e pelos seus filhotes. De acordo com a veterinária Sonali Ribeiro “no início da gestação a mãe deve comer normalmente. A partir da 6ª semana, já recomendo aumentar o alimento em 20%. Mas conforme os filhotes vão crescendo e ocupando espaço abdominal, será necessário dividir seu alimento em refeições menores e mais frequentes. O apetite deve aumentar e a quantidade de alimento acompanha, mas deve-se avaliar seu peso para que não coma além de suas necessidades”.

As pets grávidas devem aumentar seu peso gradativamente, mantendo-se esbelta e com escore corporal saudável (composição de massa muscular e gordura corporal saudável). O tutor deve estar alerta para que a futura mamãe receba uma alimentação balanceada e de boa qualidade. Caso a pet apresente algum sinal de deficiência vitamínica durante a gravidez, recomenda-se um suplemento alimentar específico nesta fase para auxiliar na nutrição dela e dos filhotes.

Este artigo contou com a colaboração da Médica Veterinária Dra. Sonali Rebelo, especialista em Nutrição Clínica e Funcional do site Tendências Naturebas Pets http://www.tendenciasnaturebaspets.com.br/

Sobre a autora

Camila Bourgard é jornalista, possui mestrado em Comunicação, mãe da Caju e apaixonada pelo mundo dos pets.
Clique aqui para falar com ela.

Este post foi publicado em por