Como plantar aloe vera em casa

Cultive a Natureza no Seu Lar ->
Meu Lar Natural

Conhecida por suas aplicações cosméticas e medicinais, a Aloe Vera (Babosa) é uma planta muito versátil, comumente encontrada em composições de shampoo e condicionadores, é também hidratante para pele, cicatrizante, tem ação antissépticaanti-inflamatória, bactericida, laxante, vermicida, rica em vitaminas A, C, E, e algumas do grupo B como a famosa B12Leia abaixo as instruções de como plantar Aloe Vera, essa poderosa criação da natureza:

 

Informações básicas

Solo: Fofo, bem drenado e permeável

Clima ideal: Quente

Área mínima: Quintais e vasos

Colheita: Um ano para o primeiro corte

Custos: A muda varia de R$ 0,30 (trinta centavos) a R$ 3,00 (três reais)

 

Ambiente

Solos bem drenados e permeáveis são os mais adequados para o desenvolvimento da babosa. O cultivo da planta se dá bem em regiões de clima seco, pois ela não precisa de muita água. Embora aceite grande variação de temperatura, desenvolve-se melhor em ambientes quentes.


Local

Pode-se plantar em vasos e cultiva-las em casa ou apartamento, lembrando que a babosa gosta de calor, sendo recomendável deixa-la exposta ao sol o maior tempo possível.


Propagação (Plantio)

Folhas e rebrotos pegam bem em terra fofa. Enfie-os no solo preparado que logo estarão se desenvolvendo, principalmente quando forem os brotos da planta-mãe e com raiz.


Espaçamento

O melhor espaçamento para pequenas áreas é de 1 x 1 metro. O indicado é cobrir o solo com alguma palhada de arroz, casca de amendoim ou serragem grossa, de maneira a proteger a superfície do solo contra a perda de nutrientes e reduzir o mato nas entrelinhas.


Colheita

A primeira colheita ocorre quando a planta emite novos rebrotos. As demais são feitas a cada ano antes da estação das chuvas, por volta de outubro. Apanhe manualmente; corte somente as folhas periféricas da base, em geral de cinco a seis unidades por planta.

Foto: Youtube.com


Fonte: Pedro Melillo de Magalhães – coordenador da divisão de agrotecnologia do Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas Biológicas e Agrícolas da Unicamp

 

Sobre o autor

Augusto Castro é massoterapeuta, reikiano, aprendiz em bio construção, músico percussionista, autodidata das terapias alternativas, mecânica quântica e da magia do corpo humano. Praticante de meditação, buscador dos princípios essenciais que regem o funcionamento do universo, explorador de novos jeitos de caminhar.

Este post foi publicado em por