Como dar ração para seus pets

Tudo Natural para Meu Pet ->
Ele Merece

Dar comida para os animais de estimação não é nenhum bicho de 7 cabeças, porém algumas dicas ajudam a organizar melhor a rotina e a monitorar a saúde deles.
Vamos ver algumas dicas de como dar ração para seus pets, elas podem fazer toda a diferença. Por que não me falaram isso antes?
Vem comigo!

Como dar ração para seus pets

Boa parte dos especialistas recomendam alimentar os cachorros adultos 2x ao dia, uma de manhã e outra à noite. Já os filhotes têm necessidades especiais, precisando de um número maior: até os 4 meses, 4x ao dia, a partir dos 4 meses, 3x ao dia e maiores de 8 meses já passam para 2x ao dia, podendo aumentar para 3 conforme alguns fatores individuais do seu pet ou orientação do seu veterinário.

Já os gatos podem ser alimentados de 3 a 4 x ao dia, a sugestão da especialista em felinos, Juliana Naves é fracionar o alimento em partes iguais ou deixar uma parte um pouco maior para a hora mais ativa do seu bichano.

A quantidade também varia de acordo com a raça, porte, idade, atividade física e, também, do tipo da ração que é servida. Essa avaliação mais individual deve ser feita por um profissional qualificado, que saberá determinar as reais necessidades deles.

Como referência, pode-se considerar as quantidades recomendadas nas embalagens das rações, elas são específicas por raça, peso, idade e condição de saúde do animal. Fornecer a quantidade e qualidade ideais é fundamental para o desenvolvimento e saúde dos bichinhos, afinal não queremos que eles sofram com os problemas da obesidade e, tampouco, da desnutrição.

Como dar ração para seus pets – parte prática!

Estabeleça uma rotina, acostume-os com a hora da comida, para isso a dica é colocar a ração à disposição por um tempo curto – 10/15 minutos – e independente dele ter comido ou não, retire-a. Caso ele ainda esteja comendo ao término deste tempo, prorrogue por mais 10 minutos no máximo e, aí sim, retire.

Repita o processo nas próximas refeições, desta forma ele vai se condicionar ao horário da comida e todas as outras necessidades fisiológicas dele também vão entrar no cronograma, assim fica mais fácil programar o momento ideal de dar uma voltinha na rua, no caso do seu cão, ou limpar a caixa de areia do seu gatinho.

Outra vantagem do “horário da comida” é que você pode avaliar se o seu pet está bem disposto, como está o apetite e se está comendo tudo. Qualquer alteração de comportamento nesse momento pode indicar que alguma coisa não vai bem. Ao deixar a comida exposta o dia todo, perdem-se essas referências, além de aumentar as chances de contaminação por insetos e ratos, o que pode oferecer riscos.

A hora certa para comer também reforça a sua liderança, e isso influencia positivamente no comportamento deles. Só é preciso ficar atenta à regularidade, para evitar crises de hipoglicemia, e não se esqueça que a água deve estar fresca e o tempo todo à disposição de todos os bichinhos.

Aqui no Lar Natural há várias receitinhas e truques naturais para uma série de questões! Explore a nossa busca na lupinha e descubra muitas receitas e dicas!

A gente quer conhecer você de pertinho para conseguir fazer matérias na medida dos seus desejos e necessidades, então conte pra gente quais são as suas dúvidas de alimentação. O que você quer ver nos nossos artigos e vídeos? Conte pra gente!

Clique aqui para assistir aos vídeos do Lar Natural no Youtube!

Compartilhe esta matéria pelo Facebook ou Google +

Este post foi publicado em por