Vamos combater o excesso de peso das crianças

No Brasil, mais de 33% das crianças sofrem de sobrepeso ou obesidade. A pandemia que está se propagando no nosso país coloca em risco a saúde e o bem-estar das nossas crianças.

Porém existem soluções para detectar, prevenir e solucionar o excesso de peso dos nossos filhos.

Detectar o sobrepeso e a obesidade com o Índice de Massa Corporal (IMC)

O IMC foi criado para detectar de um jeito simples e eficaz um caso de desnutrição, sobrepeso ou obesidade. O IMC é determinado pela divisão do peso da criança (em quilogramas) pelo quadrado de sua altura (em metros).
Vamos imaginar que uma criança meça 1.25 metros e pese 40 kilos, então fica assim:
IMC = 40 / (1,25* 1,25)
IMC = 40 / 1,563
IMC = 25,6 (arredondando)
ou seja, com IMC de 25,6 , a criança está acima do peso.

IMC Classificação
Abaixo de 18,5 Subnutrido ou abaixo de peso
Entre 18,6 e 24,9 Peso ideal!
Entre 25,0 e 29,9 Levemente acima do peso
Entre 30,0 e 34,9 Primeiro grau de obesidade
Entre 35,0 e 39,9 Segundo grau de obesidade
Acima de 40,0 Obesidade mórbida

Três regras para solucionar o excesso de peso

  • Proibir qualquer dieta! Uma criança é um ser em fase de crescimento. O essencial é que ela continue crescendo bem sem ganhar mais peso para reequilibrar pouco a pouco a sua massa corporal. É por isso que nós, pais, devemos reagir rapidamente quando vemos que nossa criança está com excesso de peso. Ainda novas, as crianças podem readquirir um corpo equilibrado sem sofrimento nem grande privação.
  • Combinar os métodos saudáveis. Do lado da alimentação, é determinante controlar o que a criança come para começar a cortar os alimentos mais salgados, doces e gordurosos da sua alimentação. Mas tome cuidado: seu filho ou sua filha tem que concordar com essas decisões e entender porque é preciso repensar suas escolhas e seus gostos alimentares. Do lado da atividade física, é hora de incitar a sua criança a caminhar e correr mais. Proponha um esporte. Saia com ela para passear uma vez por dia. Enfim, tente incentivar seu filho ou sua filha a gostar das atividades ao ar livre.
  • Mostrar o bom exemplo. Não esqueça que os pais são modelos para seus filhos. Não faz sentindo proibir uma criança a comer um alimento que ela adora se o resto da família continua a comê-lo na frente dela. Para ajudar seu filho na reconquista dos bons hábitos nutricionais, não deixe disponíveis doces e salgadinhos no armário, ou refrigerante na geladeira.

Lembre-se que uma criança com excesso de peso é uma criança que certamente não se sente bem no seu corpo. E quando chega a adolescência, esse sobrepeso pode criar vergonha e solidão. Então siga essas regras simples e traga boa saúde e felicidade para seus filhos!

Você conseguiu melhorar a alimentação dos seus filhos?

Tem dicas a compartilhar para solucionar o problema de excesso de peso nas crianças e adolescentes? Compartilhe sua experiência aqui, deixando um comentário para a gente!

Cécile Petitgand

Este post foi publicado em por