Benefícios do óleo essencial de alecrim

Uma casa com paz e tranquilidade ->
Sinta esse Prazer

Temos falado das propriedades dos óleos essenciais como coadjuvantes importantes no tratamento de diversas doenças e, também, como um recurso natural capaz de mudar nosso estado físico e mental tão bem aplicado na aromaterapia. Vamos ver quais são os benefícios do óleo essencial de alecrim e quais as melhores formas de usá-lo. Vem comigo!

Propriedades do óleo essencial de alecrim

Estimula a circulação sanguínea e o sistema nervoso central, ativa a memória, alivia dores de cabeça, é relaxante, antidepressivo, tônico em geral, depurativo, diurético e descongestionante. Conta, ainda, com ação antisséptica, antibactericida, antifúngica, antiespasmódica e repelente.

Usado em compressas e massagens para aliviar dores musculares e problemas ósseos como artrite, entorses e lumbago. Diluído com outro óleo vegetal, pode ser usado no couro cabeludo contra caspa, queda de cabelo e dermatite seborreica. Sua principal aplicação é como antidepressivo, tônico geral e ativador da memória.

Benefícios do óleo essencial de alecrim – como usar!

O óleo essencial pode ser usado de diferentes formas, em aromatização de ambiente, inalação, escalda pés, banhos, colar aromático, compressas e massagens. Cada método tem uma indicação e dosagem recomendada.

Inalação – Colocar de 3 a 5 gotas do óleo essencial em um recipiente com água quente, cobrir a cabeça com uma toalha e inalar o vapor por alguns minutos. Lembre-se de fechar os olhos!

Escalda pés – Diluir 6 gotas de óleo essencial em 1 colher de chá de álcool de cereais e acrescentar 4 litros de água quente ou temperatura ambiente.

Massagem – Dilua o óleo essencial em um óleo vegetal, como o de jojoba ou amêndoa, na proporção de 3 colheres de sopa do óleo vegetal para 15 gotas do essencial.

Contra indicação

Não é recomendado o uso do óleo essencial de alecrim durante a gravidez, por hipertensos e epiléticos. O uso deve ser sempre diluído, nunca aplicado puro diretamente na pele.

Clique aqui para assistir aos vídeos do Lar Natural no Youtube!

Compartilhe esta matéria pelo Facebook ou Google +

Este post foi publicado em por