Os 4 alimentos especiais pro inverno

Complementos que me dão Saúde ->
Comprar aqui

Comprar e comer alimentos da estação (e orgânicos!) é essencial para preservar o meio ambiente.  Separamos os 4 alimentos especiais pro inverno! Confira aqui todos os benefícios que eles proporcionam para a saúde e descubra suas versatilidades.

 

Mandioca, milho, pinhão e abóbora são alguns dos alimentos em destaque no inverno.


Mandioca

A mandioca, também conhecida como aipim ou macaxeira, possui alto valor energético. É rica em cálcio, ferro, fósforo, vitaminas do complexo B e fibras vegetais.

Possui propriedades que ajudam a aumentar os níveis de serotonina no cérebro. Por ser fonte de fibras vegetais, auxilia no bom funcionamento do intestino e por ser rica em amido e não possuir glúten é indicada para pessoas portadoras de doenças celíacas (não tolerantes ao glúten). Mas suas utilidades vão além das nutricionais: a mandioca pode ser utilizada para o tratamento de artrite, edemas e abscessos.

Em sua forma natural, pode ser consumida e preparada de diversas maneiras:

  • Assada
  • Cozida
  • Frita
  • Purê
  • Escondidinho
  • Bobó
  • Sopa

 

Além da forma in natura, também utilizamos muito a mandioca nas formas refinadas: 

  • farinha de mandioca
  • polvilho doce ou azedo
  • tapioca (ou goma)
  • fécula de mandioca

 

Essas servem de base para beiju, sopas, pirões, farofa, mingaus, pão de queijo, bolos e inúmeros pratos.

Leia algumas receitas com mandioca:
 Receita de bolo tupiniquim de mandioca com taioba
–  Receita de bolo de mandioca sem gluten
–  Receita de bolo de Aipim sem lactose e sem gluten

Milho

Ele é considerado o alimento mais conhecido nessa época, principalmente pelo seu amplo uso em pratos de festa junina e sua disponibilidade no mercado. Possui muitos benefícios para a saúde: é um dos únicos cereais que possui betacaroteno, tem fibras, carboidratos e vitaminas do grupo B, como B1 e B3. Com todos esses benefícios, o milho ajuda a metabolizar as gorduras, melhora o funcionamento do intestino e reduz o colesterol alto.

Confira receitas naturais com milho:
– Receita de pamonha doce
Receita de Canjica saudável
– Receita Argentina de Guisado de Milho

Pinhão

Apesar de calórico, o pinhão é o queridinho do inverno e possui propriedades essenciais. De sabor acentuado, é rico em:

  • ferro
  • manganês
  • fósforo
  • magnésio
  • cálcio
  • vitaminas do complexo B
  • vitamina C

 

Alguns estudos apontam que seu consumo regular ajuda a prevenir doenças cardíacas, alguns tipos de câncer e controla diabetes e colesterol.  Para quem tem problemas de osteoporose e descalcificação ele é excelente.
A única restrição é que ele é calórico, cada semente pode chegar a aproximadamente 20kcal. Consuma com moderação, mas não deixe de apreciá-lo.
Clique AQUI para um artigo completo sobre o pinhão.

Receitas:
– Pinhão com alho-poró
– Espaguete ao pesto de pinhão

Abóbora

Pertencente ao grupo das hortaliças, a abóbora, também conhecida como jerimum, é considerada um super alimento, já que é rica em fibras, betacaroteno e reduz o risco de desenvolvimento de câncer de pulmão. Sua ação antioxidante combinada com potássio previne a pressão alta e, por combater os radicais livres, ajuda a prevenir doenças cardiovasculares.

Suas sementes são ricas em fitoestrógeno, substância funcional que auxilia a reduzir os temidos sintomas de menopausa e TPM e controla os índices de colesterol. O óleo feito da semente possui efeito antioxidante e previne o envelhecimento celular.

Não existe quantidade certa para seu consumo, mas é importante que seja consumida regularmente. Você pode prepará-la assada, refogada ou no vapor, que é a melhor opção por eliminar poucos nutrientes. As sementes podem ser consumidas secas e torradas.

Veja agora uma receita fácil e saborosa de abóbora ao forno com alecrim!

Qual desses alimentos você costuma consumir no inverno?

Este post foi publicado em por