5 alimentos que se pode cultivar a partir de restos de comida

Jardinagem Natural no Meu Lar ->
Quero Natureza

A ideia é replantar alguns caroços, sementes e raízes que iriam direto para o lixo. Não é incrível, a partir de uma compra, você conseguir viabilizar uma fonte de alguns alimentos que podem ser cultivados de forma orgânica e, ainda, representar uma economia no orçamento doméstico? Vamos ver 5 alimentos que se pode cultivar a partir de restos de comida. Vem comigo!

Dica para uma horta em casa!

5 alimentos que se pode cultivar a partir de restos de comida

Coentro

Foto: Google
Foto: Google

Basta reservar a parte inferior dos talos e deixar em um copo com água perto de uma janela pela qual entre luz. Quando as raízes estiverem com dois centímetros é possível fazer o plantio e em algumas semanas os primeiros ramos já devem aparecer.

Manjericão

alimentos-que-se-pode-cultivar-a-partir-de-restos-de-comida-manjericão

Pegue um talo de mais ou menos 4 centímetros de altura, coloque em um copo com água de forma que as folhas não fiquem imersas, deixe em um local claro mas que não receba luz solar diretamente e quando as raízes atingirem 2 centímetros a muda já pode ser transplantada para o solo.

Gengibre

Foto: Google
Foto: Google

Gengibre é muito fácil de plantar, basta plantá-lo com os brotos voltados para cima e em uma semana os brotos e novas raízes começam a despontar.

Tomate

Foto: Google
Foto: Google

Para garantir os tomatinhos da salada basta separar algumas sementes, lavar, secar e , então, plantá-las. Logo você vai perceber as mudinhas crescendo e aí é só garantir que elas recebam luz solar e água alguns dias da semana para crescerem felizes para sempre! Para o sucesso da empreitada use as sementes do tipo “cereja” ou “italiano”, já que estas são mais resistentes às pragas e mais saborosos.

Aipo

Foto: Google
Foto: Google

Esse é um dos alimentos mais fáceis de cultivar a partir de sobras, para isso corte o talo (parte inferior do aipo), coloque em uma vasilha com água morna na base e deixe recebendo a luz direta do sol. Após uma semana as folhas começam a engrossar e crescer. Essa é a hora de transplantar para o solo.

O que vale é a ideia de que parte dos alimentos podem ser cultivados em casa, chamando a atenção para o ciclo da vida, onde tudo está interligado e que, em nossas mãos, também temos o poder de criar e recriar, incentivando um modo de vida mais consciente e saudável.

Sobre o nosso Consultor

foto-antonio-ferreira-engenheiro-agronomo

Antônio Carlos Ferreira da Silva é engenheiro agrônomo com mais de 32 anos de vida profissional na área de pesquisa em hortaliças e dedica-se há mais de 15 no desenvolvimento das técnicas do cultivo orgânico.

 

 

Clique aqui para assistir aos vídeos do Lar Natural no Youtube!

Compartilhe esta matéria pelo Facebook ou Google +

Este post foi publicado em por