Dicas de como controlar a fome!

Meus dias mais tranquilos e saudáveis->
Eu quero

Pode não parecer, mas muitas vezes a vontade descontrolada de comer não significa que o seu organismo está com fome. Pode ser o resultado de uma série de hábitos alimentares e comportamentais que induzem o seu cérebro a pedir mais e mais comida. E assim, tem muita gente que acaba comendo além do que precisaria ou deveria, aliás, muito além! Em inglês este fenômeno é chamado de overeating e há formas para evitá-lo facilmente, veja as dicas de como controlar a fome!

Mais de 40 % dos brasileiros estão com excesso de peso

Para esta matéria contamos com a nossa nova consultora Isabella Bablumian*, psicóloga e nutricionista, que deu todas as informações e dicas para que você e a sua família reconheçam e escapem da armadilha do overeating. Para se ter uma ideia da dimensão deste problema, segundo dados da Associação Médica Brasileira mais de 65 milhões de pessoas estão com excesso de peso, sendo que 10 milhões são consideradas obesas. Estes números são ainda mais alarmantes em países ricos como os Estados Unidos, onde cerca de 70% da população está com excesso de peso.

Fatores do overeating

Embora seja considerado um fenômeno complexo que envolve aspectos físicos e emocionais, Isabella Bablumian aponta que é possível definir do ponto de vista orgânico e emocional os seguintes aspectos que podem causar o aumento da fome:

Físicos

Deficiência de vitaminas e minerais como vitamina B e magnésio, isto porque estudos demonstram a ligação desta deficiência com o aumento da vontade de comer

Não dormir adequadamente

Alimentos ingeridos rapidamente, sem a mastigação necessária

Alguns alimentos podem ser “viciantes¨ ou burlar os sensores de saciedade do organismo, por exemplo: bebidas alcoólicas, comidas com muito conservante e aditivo químico e adoçantes. Este último merece uma explicaçãozinha: ao tomar um suco diet, por exemplo, o corpo (pessoas sem diabete) avisa ao cérebro que o açúcar foi ingerido, e se prepara para assimilá-lo efetuando uma série de processos. Mas como ele não chega, o nível do açúcar no sangue cai muito e você sente uma fome ainda maior e mais rapidamente do que se tivesse tomado um suco sem nenhum tipo de aditivo.

Psicológicos e comportamentais

Comer para compensar sensações provocadas por estresse, ansiedade, depressão. Nesse caso, seria possível reequilibrar o organismo e controlar a fome (isto não descarta a necessidade de consultar um psicólogo ou psiquiatra, conforme o caso) com a prática de atividades físicas, massagem e até sexo.

– Se esta compensação (emoção – comida – alívio) for repetida poderá criar um hábito por associação

Confusão entre sede e fome

Consumir bebidas muito calóricas pode aumentar a fome porque o corpo não registra essas calorias da mesma forma que como a comida

Excesso de dietas e muitas horas sem se alimentar.

Dicas para controlar a fome

– Quando sentir fome, tome um copo com água e espere 30 minutos antes de comer

Mastigue bem a comida, sem pressa

Evite ficar muitas horas sem se alimentar

Coma alimentos ricos em fibra, além de verduras, legumes e frutas

Evite alimentos processados, principalmente, farinha branca, açúcar, adoçantes

– Ansiosa e sente fome, estressada e sente fome? Ao invés de comer, experimente dançar, correr, fazer uma caminhada, enfim uma atividade física prazerosa

Durma o suficiente

Você costuma comer muito quando fica nervosa? Conte pra gente

* Isabella Bablumian tem formação em psicologia e mudança de comportamento, estudou nutrição e bem-estar natural, atuou como personal trainer e em projetos na área de saúde internacional em organizações de desenvolvimento internacional.

Este post foi publicado em por