Alimentos para prevenir e combater a depressão

Meus dias mais tranquilos e saudáveis->
Eu quero

Ter uma alimentação saudável e equilibrada é muito importante para o bom funcionamento do nosso organismo. Mas, mais do que isso, alguns alimentos funcionais, ou os chamados nutracêuticos, podem ser usados com finalidades bem específicas.

Vamos ver quais alimentos nos ajudam a prevenir e combater a depressão, e como fazer o melhor uso deles. Vem comigo!

Quando estamos deprimidos…

Várias causas levam a diferentes tipos de depressão, como traumas, perdas, problemas, predisposição genética, dificuldades emocionais, enfim, os motivos podem ser os mais variados, o que não muda muito é o que acontece no nosso cérebro.

O cérebro de uma pessoa deprimida fica com algumas funções comprometidas, os neurotransmissores falham e os níveis de serotonina, noradrenalina, dopamina (entre outras), que são substâncias responsáveis pela comunicação dos neurônios, ficam desequilibrados.

O que a alimentação pode fazer por uma pessoa deprimida

A alimentação pode estimular a produção dos neurotransmissores, ajudando a prevenir e a tratar crises de depressão. Uma alimentação rica em vitamina B e C, ômega 3, ferro, zinco e triptofano ajuda o cérebro a funcionar melhor.

É importante lembrar que atividade física também é muito importante neste processo. O aeróbico, em particular, libera endorfina que, assim como a serotonina, é responsável pela sensação de prazer e bem estar e ajuda também a lidar melhor com a sensação de estresse.

Alimentos para prevenir e combater a depressão

Os alimentos integrais como aveia, quinoa, centeio, arroz e amaranto, são ótimas fontes de proteínas, aminoácidos, minerais, vitaminas e antioxidantes.

Salmão, sardinha, ovos, castanhas, semente de linhaça e chia são ótimas fontes de ômega 3, dentre outros nutrientes.

Já os legumes e verduras como o inhame, mandioca, abóbora, cenoura, berinjela, batata doce, espinafre e brócolis, vão turbinar a dieta. As sementes de abóbora e girassol são ricas em triptofano.

As frutas como abacaxi, laranja, tangerina, goiaba, acerola, abacate, melancia, mamão, banana e jabuticaba também devem fazer parte do seu cardápio. O chocolate com mínimo de 70% de cacau também é um forte aliado. O leite e o iogurte são fontes de cálcio, que acalma e participa dos impulsos nervosos no cérebro.

Os chás de alecrim (chá da alegria), hibisco e laranjeira são ótimas opções para beber.

Mas lembre que alimentos nutracêuticos não substituem tratamentos e medicamentos convencionais.  Nunca pare a medicação sem orientação médica.

Gostou das nossas dicas de alimentação para prevenir a depressão? Você tem alguma sugestão? Compartilhe!

Este post foi publicado em por